menu
spacer
menu Home  
 
  NOTICIAS recentes

Helder Oliveira no Rallye da Tunísia

foto

Aposta no título mundial T2 pode vir a ser equacionada

Frustrada que foi a participação na 30ª edição do Euromilhões Lisboa Dakar, onde iria partilhar os comandos de um Toyota Land Cruiser da equipa Padock Competições / Toyota France com Paulo Marques, o piloto de Barcelos, Helder Oliveira, já definiu o rumo das suas participações desportivas para 2008 e a sua aposta centra-se  nas provas internacionais, começando pelo próximo Rallye Optic 2000 Tunisie, a prova de abertura da Taça do Mundo de Todo o Terreno que se disputa de 23 de Abril a 4 de Maio. Uma competição que este ano se estende por mais dois dias do que era habitual, de forma a englobar quatro etapas em território da Líbia.

Tal como se perspectivava para o Dakar, o piloto assume a candidatura a uma das primeiras posições da Categoria T2, num projecto que poderá ir bastante mais longe:
 
"A tristeza da anulação do Dakar ninguém ma tira, mas não adianta chorar sobre leite derramado e é necessário levantar a cabeça e pensar no futuro. Depois de no início desta década ter tido bastante sucesso no plano internacional e no ano passado ter regressado em bom plano ao nacional de TT, voltou agora a surgir a hipótese de competir além fronteiras e o projecto passa por pilotar o Toyota Land Cruiser T2, com que era para fazer o Dakar, sempre apoiado pela estrutura de assistência da Toyota France ” salienta Helder Oliveira que acrescenta:

“Acredito que posso lutar por um bom resultado em termos de T2. Se isso acontecer, irei manter-me com esta máquina no Rali Vodafone Transibérico que é a prova que se segue da Taça do Mundo. A partir daí, se os resultados assim o permitirem, poderei lançar-me na luta pelo título mundial. É um assunto que, todavia, terá de ser analisado com os patrocinadores pois, de momento, não existe verba para tal. De qualquer forma é sempre bom ter objectivos pelos quais lutar. O rali da Tunísia é o passo que se segue e tudo indica que será uma excelente competição e que contará com uma enorme adesão dos melhores pilotos e equipas da modalidade”, explicou o piloto.
 
A prova organizada pela NPO arranca em Marselha, com um prólogo nocturno, partindo depois para a Tunísia. Das nove etapas que serão disputadas em solo africano, quatro terão lugar na Líbia, país que regressa este ano ao percurso desta prova.

« Voltar
os nossos CLIENTES
a sua NEWSLETTER
  © 2006 A2 comunicação. Todos os direitos reservados