menu
spacer
menu Home  
 
  NOTICIAS recentes

Christophe Nambotim domina GP de Portugal Enduro

foto• Luís Oliveira venceu duas especiais e foi 2º classificado no 1º dia de prova
• Luís Correia foi o mais rápido dos portugueses
• Joaquim Rodrigues forçado a abandonar
• Duelo emocionante entre as senhoras


Christophe Nambotim está a ser o grande dominador da etapa portuguesa do mundial de Enduro que desde ontém se está a disputar em Torres Vedras perante uma assistência de milhares de espectadores e marcada pelo muito calor que se está a registar nestes dias em Portugal.

O francês, piloto da equipa de fábrica da KTM, venceu todas as nove especiais disputadas e neste primeiro dia de prova, triunfou na classe E3, onde alcançou o melhor tempo absoluto (54m31,47s). Entre os pilotos portugueses presentes destaque para a prestação do jovem Luís Oliveira que, aos comandos de uma Yamaha da equipa ORT Yamaha, venceu duas especiais e alcançou o segundo lugar na classe EY. De salientar que cada um dos dias de prova representa uma pontuação diferente para o Campeonato do Mundo de Enduro, pelo que amanhã tudo irá recomeçar em termos de classificação.

Na classe E3 que Christophe Nambotim dominou, havia uma enorme curiosidade em assistir à estreia no Enduro por parte de Joaquim Rodrigues. O grande campeão português de motocross começou bem, registando um 4º lugar na especial de Enduro e manteve-se nos lugares da frente até à segunda passagem pela Extreme Test onde a sua Honda partiu o braço oscilante. Num ritmo assumidamente de treino tendo em vista às suas proximas participações no Mundial de Cross Country, o Campeão do Mundo de TT Hélder Rodrigues terminou o dia na 12ª posição. Nesta classe a 2ª posição pertenceu ao francês Sebastian Guillaume que gastou mais 1m27,50s que o vencedor. O pódio ficou completo com a presença de Algar Leok (TM) que terminou a apenas 12 centésimas do segundo classificado.

Na classe E2 a vitória pertenceu a outro piloto da equipa de fábrica da KTM e também de nacionalidade francesa. Johnny Aubert venceu cinco das nove especiais e terminou com uma vantagem de 21m45s sobre Pierre-Alexandre Renet (Husaberg) e de 30m33s sobre Jeremy Tarroux (KTM).

Nesta classe o português Luís Correia, da Yamaha O.Pons Team, teve um excelente desempenho e terminou o dia na 6ª posição, tendo sido ainda o mais rápido de entre todos os pilotos lusos, com o tempo de 55m46,63s.
Nova vitória francesa agora na classe E1 mas desta vez um piloto da Honda bateu o representante da marca austraiaca. Rodrig Thain venceu quatro das nove especiais e terminou com uma vantagem de apenas 5,92s sobre o seu compatriota Ero Remes. Na terceira posição, mas também bastante perto ficou o finlandês Matti Seistola (Husqvarna). O piloto português da equipa oficial da Gas-Gas, Gonçalo Reis terminou na 8ª posição, enquanto os pilotos de Torres Vedras tiveram sortes diferentes. Se Fábio Pereira (Yamaha) terminou na 13ª posição, Bruno Santos, em Kawasaki foi forçado a abandonar.

Com os pilotos franceses a dominarem este primeiro dia de GP de Portugal a classe EJ (Júnior) teve como vencedor Mathias Bellino da equipa Foficial da Husaberg que gastou 1m34,78s menos 1m10,09s que o italiano da KTM Rudi Moroni. Terceira posição para o espanhol Mario Roman também em KTM. O português Henrique Nogueira (Honda) a fazer a sua estreia em provas do mundial terminou este primeiro dia de prova na 18ª posição.

 A única vitória não francesa foi para um italiano numa luta travada com o único piloto português que terminou no pódio. Giocomo Redondi da KTM bateu Luís Oliveira por 28,6s. Fechou o pódio o italiano Guido Conforti (Yamaha).

Entre as senhoras travou-se o duelo mais emociante. A francesa Ludivine Puy, piloto oficial da Gas-Gas triunfou por apenas 2,94s sobre a espanhola Laia Sanz, sua colega de equipa, que na penúltima especial tinha passado para o comando da corrida. Na única competição sem representantes lusos a 3ª posição foi para a também francesa Blandine Dufrene (Husaberg).
« Voltar
os nossos CLIENTES
a sua NEWSLETTER
  © 2006 A2 comunicação. Todos os direitos reservados